gallery wordpress plugin

Entre os dias 28 de Janeiro e 1 de Fevereiro, uma delegação do Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), chefiada pela Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen, visitou Pequim. Durante a estadia, a delegação realizou visitas de cortesia aos Embaixadores ou seus representantes, entre os quais, de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e Timor-Leste.

A delegação efectuou ainda visitas ao Departamento dos Assuntos de Taiwan, Hong Kong e Macau do Ministério do Comércio da China, à Administração para o Desenvolvimento do Comércio Externo do Ministério do Comércio da China, à China Chamber of Commerce for Import and Export of Foodstuff, à Native Produce and Animal By-products. Durante estas visitas, a delegação trocou impressões sobre o Balanço dos Trabalhos Efectuados em 2017, sobre o Programa de Actividade para o ano 2018 e as actividades a realizar por ocasião das comemorações do 15.º aniversário do estabelecimento do Fórum de Macau.

Durante as visitas, a Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen, em nome do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, expressou gratidão aos Embaixadores dos Países de Língua Portuguesa, ao Ministério do Comércio da China e às diversas entidades pelo apoio concedido aos trabalhos do Secretariado Permanente na longa duração e, aproveitou a ocasião para apresentar os principais trabalhos realizados no ano passado assim como o programa de actividades do corrente ano, com destaque para as actividades relacionadas com a comemoração do 15.º aniversário do estabelecimento do Fórum de Macau.

A Secretária-Geral recordou que o Secretariado Permanente do Fórum de Macau promoveu, de forma activa, a concretização do “Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial” (2017-2019) e do “Memorando de Entendimento sobre a Promoção da Cooperação da Capacidade Produtiva”, ambos instrumentos assinados na 5.ª Conferência Ministerial e ainda as “18 novas medidas” anunciadas pela parte chinesa, tendo-se iniciado cooperações em diversas áreas, nomeadamente: cooperação da capacidade produtiva; promoção do comércio e de investimento; cooperação na formação de recursos humanos; e intercâmbio cultural. Mencionou ainda o apoio prestado ao projecto de construção de Macau enquanto a Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, verificando-se a conclusão integral do programa de trabalhos para 2017.

Relativamente aos trabalhos futuros, o Fórum de Macau irá implementar as seguintes actividades: 1. Organizar uma série de actividades por ocasião das comemorações do 15.º aniversário do estabelecimento do Fórum de Macau, incluindo a realização da Avaliação Externa do Fórum de Macau e do Seminário “15.º Aniversário do Estabelecimento do Fórum de Macau: Retrospectiva e Evolução Futura”; 2. Promover de forma contínua a concretização do Plano de Acção e das medidas anunciadas pela parte chinesa na 5.ª Conferência Ministerial; 3. Promover de forma contínua a cooperação económica e comercial, intercâmbio cultural entre a China e os Países de Língua Portuguesa com os esforços conjuntos do Interior da China, dos Países de Língua Portuguesa e da RAEM, através da realização de várias actividades e intercâmbios promocionais na área económica e comercial, com o intuito de registar um maior progresso nesta vertente de cooperação; 4. Apoiar o Governo da RAEM na construção, em Macau, da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Os Embaixadores dos Países de Língua Portuguesa em Pequim e o Departamento dos Assuntos de Taiwan, Hong Kong e Macau do Ministério do Comércio da China manifestaram um alto apreço pelos êxitos obtidos na cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, enaltecendo os resultados obtidos nos últimos 15 anos do Fórum de Macau, destacando a importância da plataforma do Fórum de Macau e o empenho em apoiar a construção da plataforma em Macau. Por outro lado, reiteraram o seu pleno apoio aos trabalhos do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, especialmente no que diz respeito às actividades relacionadas com a comemoração do 15.º aniversário do estabelecimento do Fórum de Macau, com o objectivo de promover a prosperidade e desenvolvimento comum da China e dos Países de Língua Portuguesa.

 

Share This