gallery wordpress plugin

No dia 31 de Maio, realiza-se a Sessão paralela do “10º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infra-estruturas” — Desempenhar o papel do sector financeiro enquanto força motriz para impulsionar a cooperação pragmática entre a China e os Países de Língua Portuguesa, no Centro de Convenções e Exposições da Venetian. Esta sessão paralela é organizada pelo Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), com o apoio da Associação dos Construtores Civis Internacionais da China, da Autoridade Monetária de Macau e do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau.

Nos ultimos anos, a cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa no âmbito de energia, transporte e agricultura, tem acelerado o desenvolvimento da cooperação da construção de infra-estruturas. A concretização dos vários projectos de cooperação com resultados satisfatórios permite a criação de uma base sólida para a cooperação nas áreas mais abrangentes no futuro entre duas partes. Considerando a integração financeira é um factor indispensável para a cooperação pragmática, foram convidados as autoridades, os representantes das instituições financeiras, dos fundos e do sector financeiro do Interior da China, de Macau e dos Países de Língua Portuguesa, bem como dos participantes do Colóquio de Cooperação Financeira para os Países de Língua Portuguesa organizado pelo Centro de Formação do Fórum de Macau para estarem presentes neste evento. Durante a Sessão, os participantes abordaram temas relacionados com o investimento e financiamento de projectos, partilharam experiência de investimento e financiamento de projectos com sucesso, pretendendo encontrar, através dos casos bem sucedidos, elementos comuns para serem reproduzidos, e explorar em conjunto novas modalidades de cooperação.

O Secretário-Geral Adjunto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dr. Ding Tian, expressou, nas suas palavras de boas vindas, com o aprofundamento contínuo de cooperação internacional no âmbito de “Uma Faixa, Uma Rota” e a publicação das “Linhas Gerais do Planeamento para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, Macau é atribuído com mais funções de servir para a cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. O Secretariado Permanente do Fórum de Macau vai aproveitar melhor a plataforma do Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infra-estruturas, como sempre, e criar condições mais favoráveis para a cooperação pragmática entre a China e os Países de Língua Portuguesa, contribuindo para a construção da plataforma em Macau e o desenvolvimento económico diversificado de Macau.

Actualmente, Macau tem vindo a envidar activamente esforços para criar a plataforma de serviços financeiros entre a China e os Países de Língua Portuguesa, destacando o desenvolvimento dos serviços financeiros com características próprias como liquidação em RMB, locação financeira, e gestão de fortunas, entre outros. Através da realização desta Sessão, esperamos usufruir das vantagens singulares dos serviços financeiros com características próprias de Macau na participação de “Uma Faixa, Uma Rota”, interligando estreitamente a construção da plataforma para a China e os Países de Língua Portuguesa com a iniciativa nacional de maneira orgânica, promovendo melhor o intercâmbio e cooperação pragmática e estreita entre o Interior da China, Macau e os Países de Língua Portuguesa.