Um consórcio sino-brasileiro liderado pela petrolífera estatal brasileira Petrobras ganhou os direitos de exploração do campo petrolífero de Búzios, o maior bloco posto a leilão na quarta-feira, avançou a Reuters.

Segundo a agência noticiosa, a Petrobras ficou com 90 por cento do consórcio, sendo o restante dividido pelas companhias estatais chinesas China National Offshore Oil Corporation (CNOOC) e China National Petroleum Corporation (CNPC).

A Petrobras conquistou ainda o mais pequeno dos blocos, Itapu, enquanto dois dos quatro blocos postos a leilão não receberam qualquer oferta.

Apesar de 14 empresas internacionais se terem registado para o leilão, apenas a Petrobras e as duas empresas chinesas fizeram ofertas.

O Estado brasileiro poderia ter recebido pelo menos 106,5 mil milhões de reais (US$26,08 mil milhões) caso os quatro blocos tivessem sido vendidos. Ainda assim, vai receber cerca de 70 mil milhões de reais pela venda de Búzios e Itapu.