A Somagec Moçambique, uma subsidiária do conglomerado estatal chinês China Energy Engineering Group Co.Ltd, quer construir uma central termoeléctrica na província de Nampula, no norte de Moçambique.

Segundo O País, a Somagec Moçambique e a Electricidade de Moçambique (EDM) uniram esforços para avançar com uma central a carvão com uma capacidade de produção de 200 megawatts.

A central, planeada para o distrito de Nacala-a-Velha, implica um investimento de cerca de 21,7 mil milhões de meticais (US$35,8 milhões) com conclusão prevista para 2022, acrescenta o diário moçambicano.

Os trabalhos de construção poderão gerar 1.850 novos empregos, refere a notícia. Assim que iniciar operações, a fábrica deverá criar 300 postos de trabalho directos, ajudando também a reduzir a falta de electricidade em Nampula.

O projecto aguarda pela aprovação do Estudo de Impacto Ambiental por parte do Ministério moçambicano da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, diz O País.