Uma delegação de 34 expositores brasileiros vai participar na Hong Kong Jewellery and Gem Fair, que começa na segunda-feira, anunciou a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Num comunicado divulgado na quarta-feira, a Apex-Brasil refere que a visita foi organizada pelo Precious Brazil, um projecto de promoção comercial lançado em conjunto com o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos.

As exportações brasileiras de jóias e gemas para Hong Kong subiram 21 por cento nos primeiros oito meses de 2019 em relação ao mesmo período do ano anterior, sobretudo graças às vendas de pedras preciosas lapidadas, refere o comunicado.

O Brasil já não fornece apenas pedras preciosas em estado bruto para a indústria joalheira asiática, graças à melhoria da reputação internacional da indústria de lapidação brasileira, explicou Clarissa Maciel, Gerente do Precious Brasil.

Marcelo Ribeiro, Vice-Presidente do Grupo Belmont, uma das empresas que vai expor em Hong Kong, diz que participa na feira com grandes expectativas, sobretudo porque a procura internacional por esmeraldas está em alta.