O fabricante chinês Qingdao Jinhui Graphite Co Ltd assinou um acordo com o grupo australiano Triton Materials Ltd que poderá viabilizar a exploração de grafite por parte da empresa australiana em Ancuabe, no norte de Moçambique, avançou a Lusa.

Segundo a agência noticiosa portuguesa, as duas empresas assinaram um memorando de entendimento e vão lançar as diligências necessárias, com o objectivo de assinar um acordo vinculativo no prazo de seis meses.

De acordo com um comunicado enviado pela Triton a investidores, e citado pela Lusa, a Qingdao Jinhui deverá investir até 10 por cento do custo do projecto e fornecer empréstimos com condições favoráveis para a compra de equipamento, recebendo em troca até 15 mil toneladas de grafite por ano.

No comunicado o Director-Executivo da Triton, Peter Canterbury, refere que o memorando “é mais uma prova que os produtores chineses estão a olhar para a África Oriental (…) em preparação para o crescimento significativo esperado nos mercados de materiais para baterias e resistentes ao fogo”.

 

Share This