Notícias

Empresa chinesa prepara exploração de nióbio em Angola

A empresa de capitais chineses Sociedade Niobonga – Comércio Geral deve começar em breve a exploração de nióbio no sudeste de Angola, após dois anos de prospecção, revelou o Administrador Municipal de Quilengues, Adriano Alberto Pedro.

A mina vai beneficiar a população local e o município de Quilengues, na província de Huíla, disse o responsável à Angop na sexta-feira.

Adriano Alberto Pedro disse que está a trabalhar no levantamento das pessoas que residem no perímetro da concessão, e que terão de ser realojadas. A região, com 443,5 quilómetros quadrados, terá reservas de 19 milhões de toneladas de nióbio.

O nióbio é um material supercondutor raro, utilizado no fabrico de turbinas, naves espaciais, aviões, mísseis e de supercondutores, bem como na construção de centrais eléctricas, de acordo com a agência noticiosa estatal angolana.

Em Junho de 2020, Adriano Alberto Pedro disse à Angop que a exploração de nióbio em Quilengues envolvia um investimento de US$100 milhões. Para o projecto, a Niobonga tem como parceira a empresa estatal angolana Ferrangol E.P.