Países Participantes
Relações entre a China e Angola

A República de Angola, estabeleceu relações diplomáticas com a República Popular da China em 1983, tendo o acto formal ocorrido a 12 de Janeiro desse ano.

Desde 2011, Angola tem sido o segundo maior parceiro comercial da China no continente africano, seguindo a África  do Sul.

Angola procura investimentos chineses em energias renováveis, agricultura, indústria transformadora, farmacêutica, turismo, bem como na fabricação de componentes eléctricos e hardware.

A China tem vindo a apoiar a formação de quadros angolanos, através de atribuição de bolsas de estudo, bem como em infra-estruturas públicas para o Governo, incluindo escolas e hospitais.

Em 2022, as trocas comerciais sino-angolanas atingiram 27,342 milhões de dólares americanos, com um acréscimo de 16.3% face a 23,347 milhões em 2021. A China importou de Angola mercadorias no valor de 23,245 milhões de dólares americanos, e exportou bens no montante de 4,096 milhões de dólares americanos.