O Instituto Politécnico de Macau (IPM) pretende quadruplicar até 2017 o número de estudantes dos Países de Língua Portuguesa, afirmou o Presidente da instituição, Lei Heong Iok.

À margem de um seminário, na quarta-feira, o Presidente do IPM explicou que a instituição conta actualmente com cerca de 50 alunos provenientes dos Países de Língua Portuguesa. Citado pelo diário local de língua chinesa Macao Daily News, Lei Heong Iok adiantou esperar que esse número suba para 200 estudantes até 2017, ajudando Macau a acolher mais talentos que dominem a língua portuguesa.

De acordo com o Presidente do IPM, a instituição planeia atrair mais estudantes estrangeiros para Macau, de modo a contribuir para a “internacionalização do ensino superior” do território.

“À medida que Macau procura desenvolver-se como um centro mundial de turismo e lazer e uma plataforma de serviços entre a China e os Países de Língua Portuguesa, torna-se crucial cultivar talentos que dominem o português”, acrescentou o académico.

 

Share This