Notícias

Nova dinâmica nas relações sino-angolanas: Embaixador

O Embaixador da China em Angola, Cui Aimin, apelou a um reforço da cooperação entre os dois países, segundo a agência angolana de notícias Angop.

“Vamos dinamizar um novo motor para o desenvolvimento das relações sino-angolanas”, afirmou o diplomata, ao falar na segunda-feira na capital angolana, Luanda, por ocasião do 66º aniversário da República Popular da China, que se assinala no dia 1 de Outubro.

Citado pela Angop, o Embaixador chinês defendeu que China e Angola devem explorar novas áreas de cooperação. A estratégia a adoptar, acrescentou, deverá incluir a cooperação no sector industrial, bem como parcerias ao nível do investimento e do reforço da capacidade de produção.

Cui Aimin destacou ainda o papel desempenhado pelas empresas chinesas na promoção das relações bilaterais, sublinhando que o Governo Central da China apoia firmemente o desenvolvimento de negócios entre empresas dos dois países.

“Esperamos que as empresas chinesas continuem a actuar como fontes de apoio à cooperação entre os dois países, em vez de recuarem face a dificuldades temporárias”, afirmou o Embaixador da China em Angola.

Ainda segundo a Angop, Cui Aimin reconheceu que a cooperação sino-angolana enfrenta alguns obstáculos, de momento, mas garantiu que ambos os países estão empenhados em ultrapassá-los.