Notícias

Politécnico de Macau quer alargar cooperação com Guangdong no ensino das línguas portuguesa e chinesa

O Instituto Politécnico de Macau (IPM) espera poder alargar a mais projectos a cooperação com a Universidade de Estudos Estrangeiros de Guangdong (GDUFS, na sigla em inglês) no ensino e aprendizagem das línguas chinesa e portuguesa.

O Presidente do IPM, Marcus Im Sio Kei, sublinhou que a cooperação entre as duas instituições tem atraído alunos dos Países de Língua Portuguesa para programas de intercâmbio e estudo na Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

O responsável acredita que o aprofundar da cooperação poderá atrair académicos de renome e alunos de todo o mundo, estendendo a Guangdong e a Hong Kong as mais-valias de Macau no ensino do português.

Segundo um comunicado do IPM, Marcus Im falava durante um encontro entre uma delegação da GDUFS e a Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Elsie Ao Ieong U.

Durante o encontro, o Reitor da GDFUS, Shi Youqi, sublinhou que as duas instituições estão a implementar projectos conjuntos, incluindo a “Aliança para o Ensino da Língua Portuguesa na Grande Baía” e o “Laboratório de Tradução Automática Chinês/Português/Inglês”.