Notícias do Fórum de Macau

Secretariado Permanente do Fórum de Macau participa na Sessão de Apresentação Online dos Projectos de Infraestruturas no Brasil, preparando-se para a recuperação abrangente da economia no período “pós-epidémico”

previous arrow
next arrow
Slider

A 8 de julho de 2020 às 20:00 da hora de Pequim, foi realizada a Sessão de Apresentação Online dos Projectos de Infraestruturas no Brasil. Organizada pela Associação dos Construtores Civis Internacionais da China em conjunto com a Embaixada da China no Brasil e o Ministério da Infraestrutura do Brasil, a Sessão contou ainda com a participação do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, uma das entidades de apoio.

No evento, vários convidados de honra presentes online, nomeadamente o Embaixador da China no Brasil, Sr. Yang Wanming, o Secretário Executivo do Ministério de Infraestrutura do Brasil, Sr. Marcelo Sampaio, o Presidente da Associação dos Construtores Civis Internacionais da China, Sr. Fang Qiuchen, a Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), Sra. Xu Yingzhen, proferiram os seus discursos temáticos respectivamente.

A Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Sra. Xu Yingzhen, assinalou no seu discurso que, o sector de infraestrutura, desde a criação do Fórum de Macau, tem sido uma área de destaque na cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, além de se constar nos Planos de Acção assinados em todas as edições da Conferência Ministerial do Fórum de Macau.

A realização da presente Sessão de Apresentação online vem a tornar necessária e atempada para fomentar a cooperação sino-brasileira nos projectos de infraestruturas, sendo igualmente favorável para os dois países responderem em conjunto aos impactos da Covid-19 na cooperação económica e comercial, a fim de ficarem preparados para a recuperação integral da economia no período pós-epidémico.

Por sua vez, o Secretariado Permanente irá aproveitar as vantagens de Macau enquanto Plataforma e desempenhar o seu papel como ponte de ligação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, empenhando-se com as partes participantes para vencerem, com maior brevidade, esta batalha contra a Covid-19, de modo a contribuir para aprofundar e estender a cooperação económica e comercial entre as partes participantes após a epidemia.