Notícias

Nova associação de Macau apoia investigação científica sino-lusófona

A Associação de Promoção da Ciência, sediada em Macau, quer apoiar projectos que envolvam investigadores do Interior da China, de Macau e dos Países de Língua Portuguesa.

Segundo o Plataforma Macau, a associação vai disponibilizar na sua página da Internet uma rede de representantes de universidades chinesas e lusófonas, sendo que todas as universidades de Macau estão já incluídas.

O primeiro Presidente da direcção da associação, David Gonçalves, eleito em Abril, diz que a cidade pode ajudar investigadores chineses e lusófonos a ultrapassar dificuldades de comunicação e promover o estabelecimento de pontos de contacto entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Segundo o semanário bilingue chinês-português de Macau, a associação pretende agora reunir recursos para levar a cabo reuniões científicas, investigações, seminários e acções de formação.

A ciência em Macau tem evoluído, em parte devido aos projectos de investigação que são feitos em conjunto com outros territórios, incluindo o Interior da China e Portugal, sublinhou David Gonçalves.