Notícias

Missão médica chinesa parte para a Guiné-Bissau

A 18.ª missão médica chinesa à Guiné-Bissau, composta por 17 especialistas na área da saúde, partiu na sexta-feira da província de Sichuan, no sudoeste da China, para o país africano, avançou o Sichuan News.

Segundo o portal noticioso estatal chinês, a missão inclui especialistas de áreas como a acupunctura, cirurgia geral, análises clínicas e pediatria, vindos de vários hospitais de Sichuan.

Os médicos irão trabalhar na Guiné-Bissau durante 18 meses, nomeadamente para ajudar o país africano a combater a pandemia da COVID-19.

Xiao Min, especialista em acupunctura, explicou ao Sichuan News que a missão vai disponibilizar cuidados médicos de qualidade à população da Guiné-Bissau.

Um responsável pela área da saúde na província de Sichuan disse ao portal noticioso que a missão médica irá também promover a medicina tradicional chinesa na Guiné-Bissau.