Notícias

Macau quer ajudar Xangai a promover medicina tradicional chinesa nos mercados lusófonos

Macau pode ajudar os produtos e técnicas de produção da medicina tradicional chinesa a entrar nos mercados dos Países da Língua Portuguesa, bem como na União Europeia e nos países abrangidos pela iniciativa chinesa “Uma Faixa, Uma Rota”, disse o Chefe do Executivo de Macau, Ho Iat Seng.

Segundo um comunicado do Gabinete de Comunicação Social, o governante disse no seu discurso durante a primeira reunião de cooperação entre Xangai e Macau que as duas cidades podem reforçar a cooperação no desenvolvimento e promoção no estrangeiro da medicina tradicional chinesa de alta qualidade.

Durante a reunião, realizada em Xangai na sexta-feira, Ho Iat Seng salientou ainda que as duas cidades têm perspectivas de cooperação muito amplas, cobrindo desde a área financeira à medicina tradicional chinesa.

A existência em Macau de quatro Laboratórios de Referência do Estado, incluindo um para Investigação de Qualidade em Medicina Chinesa, cria vantagens na colaboração com Xangai no campo da inovação tecnológica, acrescentou o Chefe do Executivo.