Notícias

Macau organiza seminário sobre importação de produtos alimentares de países lusófonos

O Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) vai organizar esta semana uma sessão de esclarecimento e uma visita de estudo sobre os mecanismos de inspecção, quarentena e desalfandegamento na China Continental. A iniciativa é destinada a empresários envolvidos na importação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa para a China Continental através de Macau.

A acção é promovida pelo recém-criado Grupo de Trabalho Interdepartamental do Centro de Distribuição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa, de acordo com um comunicado do IPIM.

A sessão de esclarecimento terá lugar em Macau, no dia 1 de Setembro, e contará com a presença de vários representantes de diversas autoridades da China Continental. Os convidados irão partilhar com os participantes uma série de informações, incluindo detalhes sobre o apoio dado pelo Governo Central chinês ao posicionamento de Macau enquanto plataforma de serviços para a cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

A visita de estudo – agendada para dia 2 de Setembro – incluirá deslocações aos postos fronteiriços de Hengqin (Zhuhai) e Nansha (Guangzhou). O objectivo é dar aos empresários de Macau uma oportunidade para conhecerem in loco as instalações e os procedimentos relacionados com a importação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa para a China Continental, explicou o IPIM.