Notícias

Guiné-Bissau vai começar a administrar vacina chinesa contra COVID-19

A Guiné-Bissau vai “dentro de pouco tempo” adicionar a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinopharm Group Co. Ltd ao programa do país africano de imunização contra a COVID-19, anunciou na segunda-feira Plácido Cardoso, Secretário do Alto Comissariado para a COVID-19.

O Senegal disponibilizou à Guiné-Bissau em Fevereiro 10 mil doses da vacina do laboratório Sinopharm, que na semana passada começaram a ser administradas à comunidade chinesa residente na Guiné-Bissau, avançou a Lusa.

Segundo a agência noticiosa portuguesa, Plácido Cardoso revelou ainda que a Guiné-Bissau pediu, há cerca de uma semana, apoio às autoridades chinesas e que espera em breve a confirmação quanto ao fornecimento de mais doses da vacina.

A vacina do laboratório Sinopharm já foi também administrada em Cabo Verde, em Moçambique e em Angola, entre outros países.