Notícias

Feira de negócios em Angola contou com empresas chinesas

Mais de 140 empresas, incluindo algumas chinesas, participaram na Expo-Huíla 2021, a maior bolsa de negócios do Sul de Angola, que terminou ontem, avançou o Jornal Angola.

A feira arrancou na quarta-feira passada, com empresas públicas e privadas vindas de Portugal, Brasil, Namíbia, África do Sul, Turquia e das províncias angolanas de Luanda, Cuanza Sul, Benguela, Namibe, Cunene e Huambo.

O recinto da Expo-Huíla pode acolher até 180 expositores, mas a lotação foi limitada devido à pandemia da COVID-19, disse ao diário angolano o Presidente da Associação Agro-pecuária Comercial e Industrial da Huíla, Paulo Gaspar.

Segundo a agência noticiosa estatal angolana Angop, a 28.ª edição da Expo-Huíla foi inaugurada pelo Governador da Huíla, Nuno Mahapi, e pelo Secretário de Estado do Comércio de Angola, Amadeu Nunes.

Nuno Mahapi disse que o evento é uma oportunidade para empresas angolanas e estrangeiras estabelecerem laços e promoverem as exportações do país africano, avançou a Angop.