Notícias

Embaixadora chinesa promete apoiar projecto-piloto para redução da pobreza em São Tomé e Príncipe

A Embaixadora da China em São Tomé e Príncipe, Xu Yingzhen, prometeu que os dois países vão trabalhar em conjunto para reduzir a pobreza na aldeia de Caldeiras, no norte da ilha de São Tomé.

Segundo um comunicado da Embaixada chinesa, a diplomata disse, na segunda-feira, durante uma visita a Caldeiras que o objectivo é aumentar a produção agrícola e melhorar a educação e cuidados de saúde.

Os habitantes da aldeia agradeceram o apoio chinês na agricultura, criação de galinhas e fornecimento de fogões que reduzem o uso de lenha, assim como o apoio da Embaixada da China, da missão médica chinesa e dos professores do Instituto Confúcio.

Uma equipa de técnicos chineses organizou uma palestra sobre como prevenir o paludismo, testou os habitantes e doou materiais a Caldeiras, referiu o comunicado, divulgado na terça-feira.

A China lançou recentemente um projecto-piloto para redução da pobreza em Caldeiras.