Notícias

Grupo chinês COFCO aumenta compras de milho brasileiro

A empresa estatal chinesa de processamento alimentar China National Cereals, Oils and Foodstuffs Corp (COFCO) prevê comprar 3,8 milhões de toneladas de milho brasileiro este ano, um aumento de mais de 50 por cento em relação a 2018, avançou a Reuters.

Por outro lado, refere a agência noticiosa, a COFCO deverá comprar 5 milhões de toneladas de soja brasileira em 2019, abaixo dos 7 milhões registados no ano passado, devido a um surto de febre suína africana que reduziu a procura na China por rações animais.

Valmor Schaffer, Director Executivo para Cereais e Oleaginosas da COFCO no Brasil, disse que, com o preço-referência em Chicago em alta, muitos agricultores brasileiros preferiram plantar milho em vez de soja, referiu a Reuters.

Cerca de 7.500 dos 11 mil empregados da COFCO fora da China trabalham no Brasil, o principal mercado externo da empresa chinesa, que tem no país sul-americano a sua principal operação de compra de cereais, além de instalações de processamento, terminais portuários e unidades de produção de açúcar e etanol, acrescenta a notícia.