Notícias

Empresários chineses e moçambicanos querem reforçar trocas comerciais

Uma delegação empresarial chinesa encontrou-se com empresários moçambicanos na sexta-feira na capital de Moçambique, Maputo, para reforçar as trocas comerciais entre os dois países, sobretudo nas áreas da engenharia, construção civil e agricultura.

Segundo a Xinhua, a visita da delegação liderada pelo Vice-Governador da província de Anhui, Zhou Xi’an, vem no seguimento da participação do Presidente moçambicano Filipe Nyusi na Cimeira do Fórum de Cooperação China-África, que decorreu na capital chinesa, Pequim, em Setembro passado.

De acordo com a agência noticiosa estatal chinesa, o Ministro moçambicano dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, disse durante a reunião que desde 2013 foram aprovados 148 projectos, no valor de US$751 milhões, com investimento directo chinês, fazendo da China o maior investidor e parceiro económico de Moçambique.

“As empresas chinesas estão convidadas a ajudar sem restrições, especialmente em bens e serviços que os moçambicanos não oferecem de forma eficiente e lucrativa”, disse o governante, que sublinhou ainda que o investimento chinês criou 20 mil postos de trabalho no país africano nos últimos cinco anos.

O Governo de Moçambique está a implementar reformas institucionais e legais para criar um ambiente de negócios estável, sustentável e transparente, acrescentou Carlos Mesquita, citado pela Xinhua.