Notícias

Guiné-Bissau lança construção de porto de pesca financiado pela China

O Governo da Guiné-Bissau e o Embaixador da China no país africano, Jin Hongjun, lançaram na quarta-feira a primeira pedra para a construção da segunda fase do porto de pesca do Alto do Bandim, diz a Lusa.

Segundo a agência noticiosa portuguesa, o projecto envolve um investimento de 22 milhões de euros (US$24,9 milhões) e terá a duração de 25 meses.

A notícia acrescenta que o projecto prevê a construção de 308 metros de docas flutuantes a norte e sul, com um comprimento de 50 metros, um novo quebra-mar, uma estrada, um edifício administrativo e de comércio de bens de pesca, drenagens e esgotos.

A China está a “ensinar a pescar” em “vez de dar o peixe”, disse Jin Hongjun, que sublinhou também que “os pescadores guineenses vão ficar com um óptimo equipamento para desenvolver o sector das pescas no país”.

Já o Primeiro-Ministro guineense, Aristides Gomes, disse que a China é um “parceiro bilateral incontornável” do país para o “desenvolvimento e construção do progresso”.