Notícias

Comércio externo da China cai 10,8% em Janeiro

O comércio externo da China caiu 10,8 por cento em Janeiro em termos anuais, após a queda mais acentuada das importações em quase seis anos, segundo dados da Administração das Alfândegas chinesas.

As importações chinesas em Janeiro caíram 19,7 por cento em relação ao ano anterior para 860 mil milhões de yuans (US$140 mil milhões), a maior queda desde Maio de 2009.

As exportações da China em Janeiro diminuíram 3,2 por cento para 1,23 biliões de yuans em relação a igual período do ano passado, a primeira queda mensal desde Março de 2014.

O superavit comercial cresceu 87,5 por cento, para o valor recorde de 366,9 mil milhões de yuans, de acordo com os dados publicados no Domingo.

A Administração das Alfândegas alertou, no entanto, para o impacto do período do Ano Novo Chinês – designado Festival da Primavera – que em 2014 ocorreu em Janeiro, promovendo o aumento da actividade económica.

“O Festival da Primavera tem impacto nos dados do comércio externo no início de todos os anos”, informou o organismo no comunicado em que divulgou os dados. Em 2015, o Ano Novo Chinês calha no dia 19 de Fevereiro.

O declínio do comércio exterior da China ocorre no quadro da contínua desaceleração do crescimento económico do país, cujo produto interno bruto cresceu 7,4 por cento em 2014, o ritmo mais lento em 24 anos.