Notícias

Brasil suspende taxas anti-dumping sobre produtos médicos chineses

O Governo brasileiro suspendeu a aplicação de taxas anti-dumping a alguns produtos médico-hospitalares produzidos na China e utilizados no combate à pandemia de coronavírus, avançou a Agência Brasil.

Segundo uma resolução publicada no Diário Oficial da União na quinta-feira, estão suspensas, pelo menos até 30 de Setembro, as tarifas aplicadas a seringas descartáveis e tubos de plástico para recolha de sangue a vácuo vindos da China.

“Assim, poderemos adquirir esses equipamentos essenciais por preços menores e deixá-los acessíveis para a população mais vulnerável”, escreveu no Twitter o Presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

Nas últimas duas semanas, o Brasil suspendeu o imposto de importação a mais de 110 produtos farmacêuticos e médico-hospitalares, para uso exclusivo em hospitais e para pacientes de coronavírus em estado crítico, disse a agência noticiosa estatal brasileira.