Notícias

Angola procura investimento chinês em energias renováveis: Embaixador

O Embaixador de Angola na China, João Salvador dos Santos Neto, diz que o país africano está aberto a receber investimento chinês no sector das energias renováveis, de forma a potenciar a produção de energia solar e eólica e de biodiesel.

O diplomata fez as declarações no sábado, na Conferência Internacional sobre Cooperação em Energia, realizada em Pequim, de acordo com o portal China-Lusophone Brief (CLBrief).

João Salvador dos Santos Neto disse que o desenvolvimento do sector das energias renováveis poderá ajudar Angola a diversificar as fontes de abastecimento do país e a alcançar uma maior eficiência energética.

“Angola possui muitos recursos naturais de energia, nomeadamente petróleo, gás e recursos solares, eólicos e hídricos”, afirmou o Embaixador, de acordo com a CLBrief. “No entanto, [o país] ainda carece de investimento para a exploração sustentável deste potencial, tendo em conta a industrialização, a digitalização, a integração regional e a necessidade de responder aos desafios da globalização”, acrescentou o diplomata.