Notícias

Vinho do Porto apresentado em conferência em Pequim

O vinho do Porto foi apresentado como um caso de sucesso numa conferência que marcou a entrada em vigor de um acordo entre a União Europeia (UE) e a China para prevenir a imitação e a usurpação de produtos agrícolas, alimentos e vinhos de indicações geográficas protegidas.

A Delegação da União Europeia na China sublinhou que o evento realizado na capital chinesa, Pequim, incluiu apresentações sobre as vantagens comerciais de uma selecção destes produtos protegidos.

O acordo bilateral, que entrou em vigor a 1 de Março, permite aos consumidores identificar produtos de qualidade e ajuda os produtores a aumentar as vendas, refere a Delegação da UE num comunicado.

A China comprou, em 2020, produtos agrícolas, alimentos e vinhos na UE no valor de 17,7 mil milhões de euros (US$21 mil milhões). O mercado chinês foi o destino de 9 por cento das exportações de produtos de indicações geográficas protegidas da UE, segundo dados oficiais.

A conferência faz parte da campanha promocional “Cores da Europa”, lançada na China para reforçar a venda dos produtos agrícolas, alimentos e vinhos da UE através das redes sociais.