Notícias

FMI revê em alta previsões de crescimento da China para 6,7% em 2017  

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu em alta a previsão de crescimento económico para a China este ano, com a economia chinesa a dar sinais de um crescimento mais sustentável.

As novas previsões do FMI indicam que a economia da China deverá crescer 6,7 por cento este ano, subindo assim 0,1 pontos percentuais face às projecções de Abril, que apontavam para um crescimento de 6,6 por cento, informou a agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

“A China continua a sua transição para uma trajectória de crescimento mais sustentável e reformas foram levadas a cabo em vários domínios”, afirmou David Lipton, Vice-Director-Geral do FMI, em comunicado, após uma revisão anual da economia chinesa no início deste mês. “Políticas de apoio, sobretudo o investimento público e a expansão de crédito, têm ajudado a China a manter um forte crescimento”, acrescentou.

No primeiro trimestre de 2017, a economia da China cresceu 6,9 por cento, comparativamente ao crescimento de 6,7 por cento verificado no mesmo período do ano anterior.