Notícias do Fórum de Macau

Recepção da Festa da Primavera do Fórum de Macau

O Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) organizou hoje, pelas 12h00, no Hotel MGM, uma recepção por ocasião da Festa da Primavera para cerca de 200 convidados. O evento contou com a presença do Director Adjunto do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central da China na RAEM, Dr. Yao Jian, do Secretário para a Economia e Finanças do Governo da RAEM, Dr. Leong Vai Tac, do Comissário Adjunto do Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China na RAEM, Dr. Cai Siping, dos Cônsules-Gerais e Cônsules Honorários dos Países de Língua Portuguesa em Macau, de representantes dos Governos Municipais de Qingdao e Zhoushan e ainda de vários representantes das áreas industrial e comercial, financeira, de convenções e exposições, engenharia, sector jurídico, cultura e educação, saúde, organizações de juventude, ensino superior, mundo empresarial e de autoridades governamentais ligadas à plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

No passado mês de Outubro, realizou-se a 5.ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau com a honrosa presença de Sua Exa. o Primeiro-Ministro Li Keqiang, que anunciou, durante a Cerimónia de Abertura, 18 novas medidas para a promoção da cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa do Fórum de Macau, tendo apresentado, durante a visita a Macau, 19 medidas favoráveis a Macau, destinadas ao apoio do seu desenvolvimento económico, contribuindo activamente para a promoção do papel de Macau como “Uma Plataforma”.

O Director Adjunto do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central da China na RAEM, Dr. Yao Jian, frisou na sua intervenção que, com o apoio prestado pelo Governo Popular Central e com os esforços do Governo da RAEM, Macau obteve já encorajadores resultados no processo de construção de “Uma Plataforma”, tendo sido significativamente reforçada a imagem internacional de Macau. O dirigente exprimiu também o desejo que, em conjunto, personalidades dos variados sectores da sociedade possam contribuir para o aperfeiçoamento desta “Plataforma” com o objectivo de promover o desenvolvimento adequado e diversificado da economia de Macau.

Por sua vez, o Secretário para a Economia e Finanças da RAEM, Dr. Leong Vai Tac, referiu que, no intuito da implementação das medidas destinadas ao aprofundamento da construção da Plataforma de Macau anunciadas por Sua Exa. o Primeiro-Ministro e no âmbito da Comissão para o Desenvolvimento da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, seria dado um novo impulso à integração da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa na iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, em sintonia com as medidas anunciadas na 5.ª Conferência Ministerial, com empenho para que a construção da Plataforma de Macau alcance mais e melhores resultados.

A Secretária-Geral do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, manifestou que o Secretariado Permanente do Fórum de Macau iria promover, com diligência e dedicação, o reforço da cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, estimulando activamente a concretização dos resultados obtidos na 5.ª Conferência Ministerial, desenvolvendo os trabalhos ligados à cooperação no campo da capacidade produtiva, comércio e investimento, cooperação no domínio de recursos humanos, intercâmbio cultural bem como cooperação entre províncias e municípios em conformidade com as exigências consagradas no Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial, apoiando também a construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Os convidados, representantes de vários sectores, associações sectoriais e empresas presentes na recepção manifestaram a sua grande satisfação perante os resultados obtidos na 5.ª Conferência Ministerial, tendo registado os trabalhos desenvolvidos pelo Secretariado Permanente do Fórum de Macau ao longo do ano transacto. Foi ainda realizado um intercâmbio profundo sobre a construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, o reforço da cooperação económica e comercial entre o Interior da China, Macau e os Países de Língua Portuguesa, assim como sobre a promoção do desenvolvimento sustentável da diversificação adequada da economia de Macau.