Notícias

Sociedade Rural Brasileira pede relações mais estreitas com China

O Brasil deve estreitar as relações com o seu principal parceiro comercial, a China, destino de 40 por cento das exportações agro-alimentares brasileiras, disse a Presidente da Sociedade Rural Brasileira, Teresa Vendramini.

Numa entrevista ao jornal brasileiro Folha de São Paulo, a responsável prevê que, embora a procura chinesa ainda esteja em recuperação após a pandemia da COVID-19, a China irá em 2021 comprar mais carne bovina ao exterior, superando os valores registados em 2020.

O Brasil exportou 1,8 milhões de toneladas de carne bovina nos primeiros 11 meses do ano passado, mais 9 por cento do que em igual período de 2019, avançou em Dezembro a Associação Brasileira de Frigoríficos.

Em comunicado, o grupo sublinhou que 57,9 por cento das exportações de carne bovina brasileira entre Janeiro e Novembro tiveram como destino a China, mais 14,7 pontos percentuais do que no mesmo período de 2019.