Notícias do Fórum de Macau

O Ministro da Saúde de São Tomé e Príncipe visitou o Secretariado Permanente do Fórum de Macau

No dia 26 de Setembro, a Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, reuniu com o Ministro da Saúde de São Tomé e Príncipe, Dr. Edgar Neves no seguimento da sua participação no “Fórum de Cooperação Internacional de Medicina Tradicional 2019 (Macau, China)”. O encontro também contou com a presença do Secretário-Geral Adjunto, Dr. Rodrigo Brum, e do Delegado de São Tomé e Príncipe do Fórum de Macau, Dr. Gika Makeba da Graça Simão.

A Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen deu boas-vindas ao Ministro, Dr. Edgar Neves, agradeceu o apreço atribuído pelo Governo de São Tomé ao Fórum de Macau, bem como a promoção activa para cooperação com a China. A Dra. Xu Yingzhen felicitou o sucesso da realização do 14.o Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa em São Tomé e Príncipe. Dada a importância do conteúdo relativo à cooperação na área de medicina tradicional no Plano de Acção, assinado na 5ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau, a Secretária-Geral apelou às partes envolvidas que possam aproveitar da melhor forma as próprias vantagens, explorar o modelo de cooperação mais adequado ao seu país, aproveitando as vantagens da plataforma de Macau, a fim de impulsionar a cooperação, nomeadamente, entre a China e São Tomé e Príncipe, no âmbito de saúde, cultura, entre outras áreas.

O Ministro, Dr. Edgar Neves referiu que São Tomé e Príncipe possui uma localização geográfica privilegiada, numa região com cerca de 200 milhões de consumidores. O indicador de saúde da população de São Tomé e Príncipe está nos primeiros lugares da África Ocidental. O país possui vantagens ecológicas únicas, bem como recursos abundantes de medicina tradicional e potencialidades de exploração. O Ministro manifestou o desejo de aproveitar o mecanismo multilateral do Fórum de Macau para explorar activamente a cooperação com a China, reforçando a cooperação nas áreas da investigação científica e da formação de recursos humanos, para avançar com o desenvolvimento industrial dos diversos sectores.