Notícias

Portugal e China criam laboratório para desenvolvimento de satélites

Portugal e a China vão investir 50 milhões de euros (US$57,03 milhões) nos próximos cinco anos na criação do STARlab, um laboratório dedicado à construção de microssatélites, avançou a agência noticiosa portuguesa Lusa.

A revelação foi feita na segunda-feira pelo Ministro português da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, Manuel Heitor, que prevê que o laboratório esteja a funcionar em pleno em Março de 2019.

O investimento global de 50 milhões de euros a cinco anos será repartido em partes iguais entre Portugal e a China, sendo que no caso português será dividido entre financiamento público e privado, refere a Lusa.

Manuel Heitor disse que o laboratório irá “desenvolver microssatélites em interligação com sensores em terra e no mar” que possam medir “as condições atmosféricas e a humidade do solo”, essenciais para a agricultura, e fazer observações oceânicas.

A criação do STARLab será formalizada com a assinatura de um protocolo entre os dois países durante a visita oficial do Presidente chinês Xi Jinping a Portugal, em Dezembro.