Notícias do Fórum de Macau

Secretariado Permanente participa no Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa em Cabo Verde

Uma delegação chefiada pela Secretária-Geral do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), Dra. Xu Yingzhen, efectuou uma visita a Cabo Verde entre os dias 16 e 18 de Junho para participar no “12.o Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”. O evento teve como principais objectivos a promoção da cooperação da capacidade produtiva, a apresentação do Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa e a implementação dos resultados da 5.ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau. Durante a visita, a delegação aproveitou para visitar a Embaixada da China em Cabo Verde, os respectivos serviços governamentais locais, várias empresas locais, entre outras entidades.

A cerimónia de abertura da edição deste ano do Encontro teve lugar no dia 16 de Junho, na cidade da Praia em Cabo Verde. A cerimónia de abertura contou com os discursos do Primeiro-Ministro de Cabo Verde, Dr. José Ulisses de Pina Correia e Silva; a Presidente da Cabo Verde TradeInvest, Dra. Ana Barber; o Presidente do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Dr. Jackson Chang; o Vice-Presidente do Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China (CCPIT, na sigla inglesa), Dr. Zhang Wei; a Secretária-Geral do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen; e a Inspectora-Adjunta do Departamento dos Assuntos de Taiwan, Hong Kong e Macau do Ministério do Comércio da China, Dra. Kang Wen. A cerimónia contou com a presença dos corpos diplomáticos das Embaixadas dos Países de Língua Portuguesa em Cabo Verde.

O evento teve como tema “Expansão do Comércio e dos Serviços entre a China e os Países de Língua Portuguesa” e como subtema “Expansão de Oportunidades de Negócio para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”. Foram realizadas nesta edição do Encontro quatro sessões promocionais, que tiveram por tema, respectivamente: “Industrialização”; “Economia Azul e o Sector das Pescas”; “Cabo Verde: Plataforma para Facilitação de Negócios China-Países de Língua Portuguesa”; e “Financiamento”. No Encontro, marcaram presença mais de 400 empresários e autoridades provenientes de Cabo Verde e outros Países de Língua Portuguesa, do Interior da China e de Macau. Foram celebrados 10 protocolos e memorandos, dos quais, metade envolve a participação de empresas de Macau.

No decorrer do Encontro, a Secretária-Geral do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, fez uma apresentação sobre o Fórum de Macau e a promoção da cooperação da capacidade produtiva; a vogal executiva do IPIM, Dra. Glória Batalha Ung, apresentou  o ambiente de negócios e de investimento de Macau e as vantagens de Macau como plataforma; a Directora-Geral da Companhia de Gestão do Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa, Dra. Jin Guangze, divulgou e apresentou o processo de candidatura ao referido Fundo. Por outro lado, os representantes de cada um dos Países Participantes fizeram uma apresentação sobre o ambiente de negócios e de investimento do seu país e as empresas do Interior da China e de Macau partilharam as suas experiências de investimento em Cabo Verde através da plataforma de Macau.

A Secretária-Geral do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, sublinhou que a cooperação económica e comercial é um pilar essencial para estreitar as relações entre os Países Participantes e, desde sempre, a promoção do desenvolvimento económico e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa constitui a principal tarefa do Fórum de Macau. Desde a sua criação, o Secretariado Permanente do Fórum de Macau tem vindo a envidar esforços para alargar o âmbito de cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, assim como em estabelecer uma plataforma de comunicação, de entendimento e de exploração de oportunidades de negócios entre as empresas da China, Macau e dos Países de Língua Portuguesa, aproveitando as vantagens de Macau.

Com os esforços de todas as partes, a cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa tem vindo a ser estreitada, sendo cada vez mais elevado o nível de cooperação. No ano transacto, as trocas comerciais entre a China e os Países de Língua Portuguesa totalizaram aproximadamente US$100 mil milhões, continuando a China a ser um dos seus mais importantes parceiros comerciais, assim como o principal mercado de exportação de maior crescimento para os Países de Língua Portuguesa. Até à presente data, o saldo do investimento das empresas chinesas nos países lusófonos é de cerca de US$50 mil milhões, enquanto o valor das empreitadas nesses países supera os US$ 90 mil milhões.

Nesta visita a Cabo Verde, a delegação visitou a Embaixada da China em Cabo Verde, o Ministro da Economia e Emprego, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, a Cabo Verde TradeInvest, entre outros, para uma troca de impressões sobre a promoção do desenvolvimento económico e social dos Países Participantes do Fórum de Macau, o aumento do investimento empresarial e o reforço da cooperação em áreas estratégicas, como a capacidade produtiva. A delegação visitou um projecto de hotelaria e turismo com investimento de Macau e um projecto de centro de formação implementado por uma empresa chinesa. Durante a estadia na Ilha do Sal, a delegação teve ainda a oportunidade de conhecer vários projectos ligados à “economia azul”.

A participação no “Encontro dos Empresários” e a realização de uma série de actividades de intercâmbio em Cabo Verde não só proporcionam um quadro propício ao intercâmbio e à cooperação para as empresas do Interior da China, Macau e dos Países de Língua Portuguesa, como também permitiram estreitar contactos com os serviços económicos e comerciais de Cabo Verde, oferecendo aos representantes do Interior da China e de Macau um melhor conhecimento sobre as vantagens em desenvolver parcerias com Cabo Verde. Estas iniciativas contribuem simultaneamente para promover, de forma efectiva, a implementação conjunta da cooperação da capacidade produtiva entre as empresas do Interior da China, de Macau e do mundo lusófono e concretizar o ganho mútuo, aproveitando o papel singular de Macau enquanto plataforma de serviços para a cooperação comercial.