Notícias do Fórum de Macau

Deslocação do Fórum de Macau a Hengqin, Guangzhou e Shenzhen para sessões de apresentação dos Países de Língua Portuguesa e da Plataforma de Macau

A Secretária-Geral do Fórum de Macau, Xu Yingzhen, chefiou uma delegação do Secretariado Permanente do Fórum de Macau para participar no “Encontro entre a Assembleia Popular Provincial de Guangdong, Assembleia Legislativa da Região Administrativa Especial de Macau e assembleias regionais dos Países de Língua Portuguesa”, na Província de Guangdong, entre os dias 6 e 8 do corrente mês, em que se incluiram visitas de prospecção. Esta deslocação do Secretariado Permanente teve por objectivo prestar apoio no aprofundamento da cooperação Guangdong-Macau, implementar acções relacionadas com a vertente da “cooperação entre províncias e municípios” plasmada no Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial da 5.a Conferência Ministerial do Fórum de Macau e, ainda, aproveitar o mecanismo da plataforma de Macau para promover a cooperação entre esta Província e os Países de Língua Portuguesa e simultaneamente divulgar o Fórum de Macau.

Nos dois primeiros dias, a Delegação visitou Hengqin, Guangzhou e Shenzhen, incluindo a Zona de Comércio Livre de Hengqin, a Guangzhou Lifeng Culture Technology Company, Ltd., a Hytera Communications Corporation Ltd., e a Zona de Comércio Livre de Qianhai, entre outras entidades. Estas visitas concorreram para um melhor conhecimento sobre a funcionalidade e posicionamento estratégico das zonas-piloto de comércio livre de Guangdong e a situação dos Países de Língua Portuguesa, exposta pelos representantes dos Países de Língua Portuguesa.

Na manhã do dia 8 de Dezembro, estiveram presentes no “Encontro entre a Assembleia Popular Provincial de Guangdong, Assembleia Legislativa da Região Administrativa Especial de Macau e assembleias regionais dos Países de Língua Portuguesa”, realizado no Município de Guangzhou, o Presidente do Comité Permanente da Assembleia Popular Provincial de Guangdong, Huang Longyun, e o Presidente da Assembleia Legislativa da RAEM, Ho Iat Seng, sendo que ambos proferiram discursos temáticos. O Encontro contou também com a presença de S. Exa. o Vice-Presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Edmund Ho Hau Wah, que manifestou as suas felicitações pela realização do evento. Por sua vez, a Secretária-Geral do Fórum de Macau, Xu Yingzhen, apresentou o Fórum de Macau, as relações económicas e comerciais entre a China e os Países de Língua Portuguesa e o mecanismo da Plataforma de Macau. O Cônsul-Geral do Brasil em Guangzhou, José Vicente da Silva Lessa, o Presidente da Assembleia Provincial de Maputo (Moçambique), João Matola, e o Presidente da Assembleia Municipal da Câmara do Porto (Portugal), Miguel Pereira Leite, também usaram da palavra.

Durante a sessão de promoção económica e comercial realizada na parte da tarde, os representantes dos Países de Língua Portuguesa fizeram uma apresentação sobre a economia, o comércio, o ambiente de negócios e de investimento e, ainda, políticas preferenciais dos seus respectivos países. A sessão de bolsas de contacto destinada às empresas de Guangdong contou com a presença de vários sectores: construção de estradas e pontes, materiais de construção, metais e minerais, maquinaria, veículos motorizados, comércio de importação e exportação, redes de distribuição internacional, sector energético, protecção ambiental, biotecnologia, serviços para exposições e convenções, e serviços de tradução. Estiveram também presentes representantes de escritórios de advogados e respectivas associações.

Durante o evento, foram reforçados os contactos e intercâmbio entre o Secretariado Permanente e a Assembleia Provincial de Guangdong, as instituições públicas da Província de Guangdong, as assembleias regionais dos Países de Língua Portuguesa e empresas do Interior da China. As actividades de intercâmbio realizadas contribuíram ainda para a apresentação do ambiente de negócios e de investimento dos Países de Língua Portuguesa, e a divulgação do Fórum de Macau e do papel de Macau como plataforma, de modo a promover a cooperação pragmática entre empresas de Guangdong, Macau e dos Países de Língua Portuguesa, e a cooperação entre províncias e municípios da China e do mundo lusófono.