Notícias do Fórum de Macau

Secretariado Permanente do Fórum de Macau realiza o Encontro sobre a Cooperação da Capacidade Produtiva entre Yangzhou, Macau e os Países de Língua Portuguesa

Procurando desempenhar o papel de Macau enquanto plataforma e impulsionar a cooperação da capacidade produtiva entre a China e os Países de Língua Portuguesa, o Secretariado Permanente do Fórum de Macau e o Gabinete dos Assuntos de Hong Kong e Macau do Município de Yangzhou realizaram conjuntamente, no passado dia 10 de Maio, o “Encontro sobre a Cooperação da Capacidade Produtiva entre Yangzhou, Macau e os Países de Língua Portuguesa”.

O Encontro contou com a participação de várias personalidades, entre os quais os representantes da Comissão Municipal de Desenvolvimento e Reforma de Yangzhou, representantes da Administração de Turismo, da Comissão de Economia e Informatização, da Comissão de Agricultura, e da Associação da Diplomacia Pública assim como representantes de empresas do sector da maquinaria, agricultura, nova energia e energia fotovoltaica, processamento alimentar, turismo, indústrias criativas e culturais, logística, entre outros.

A Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, realçou no seu discurso que este é o ano de aniversário dos 15 anos de estabelecimento do Fórum de Macau. Na 5.ª Conferência Ministerial, os Países Participantes do Fórum de Macau assinaram o Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial e o Memorando de Entendimento sobre a Promoção da Cooperação da Capacidade Produtiva, onde se menciona o reforço da cooperação entre províncias e municípios dos Países Participantes do Fórum de Macau que, em articulação com as suas capacidade produtiva vantajosa e com as respectivas necessidades de desenvolvimento de cada um dos Países Participantes, se procura encorajar e apoiar o reforço do intercâmbio entre empresas.

O Secretariado Permanente gostaria de promover activamente a cooperação da capacidade produtiva entre as empresas de Yangzhou e dos Países de Língua Portuguesa, aproveitando o mecanismo multilateral do Fórum de Macau e o papel de Macau como a plataforma. Por ocasião do encontro, os Delegados dos Países de Língua Portuguesa apresentaram os ambientes de investimento e políticas preferenciais dos seus países, e os representantes das empresas do Interior da China apresentaram as suas empresas e sectores de interesse realizando intercâmbio com os Delegados.

Durante a estadia em Yangzhou, os membros da Delegação visitaram a Companhia Limitada do Grupo de Famsun de Jiangsu, a Zona de Exposição da Agricultura Avançada Moderna de Shatou, o Pavilhão de Exposição de Património Cultural Intangível de Yangzhou, a zona de Rua de História e Cultura Dongguan e a World Historic and Cultural Canal Cities Cooperation Organization (WCCO), realizando intercâmbio com as respectivas partes.

Este tipo de actividade representa uma plataforma excelente para realizar intercâmbio e cooperação directa entre os Países de Língua Portuguesa e as empresas locais. Através da apresentação do ambiente de investimento, informações sobre oportunidades de cooperação na vertente da capacidade produtiva, foi intensificado o intercâmbio e a comunicação entre as partes, promovida a cooperação e desenvolvimento de potenciais projectos, a fim de oferecer a oportunidade para uma cooperação entre empresas da China e dos Países de Língua Portuguesa, desempenhando ainda mais o papel de Macau enquanto plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa.