Notícias

China-Africa Project Hope doa escolas a Moçambique

O programa chinês China-Africa Project Hope lançou na semana passada a segunda fase de construção de escolas primárias em África, a qual abrange Moçambique, segundo a agência oficial chinesa de notícias Xinhua.

Ao abrigo da iniciativa de solidariedade social, serão construídas cerca de 20 instituições de ensino em Moçambique, Zâmbia, Etiópia, Uganda e Malawi.

O Presidente do programa, Lu Junqing, garantiu que “não existe qualquer condição associada ao projecto”, cujos principais doadores são empresas chinesas.

“Queremos que as pessoas em todo o mundo vejam que o crescimento [económico] da China não irá ameaçar ninguém”, afirmou Lu Junqing, citado pela agência Xinhua.

O China-Africa Project Hope foi lançado em 2010 pela World Eminent Chinese Business Association, pela Fundação para o Desenvolvimento da Juventude da China e pelo Grupo TOJOY Happiness Holding. A iniciativa arrancou com a construção de 23 escolas primárias noutros cinco países africanos.

O objectivo do projecto, segundo a Xinhua, é doar cerca de 1.000 escolas em África.