Notícias

Moçambique importa mil autocarros a gás natural da China

Moçambique vai importar nos próximos cinco anos cerca de mil autocarros movidos a gás natural, fabricados na China, revelou João Neves, Director-Executivo da Autogás, o único distribuidor de gás para automóveis no país africano.

De acordo com a AIM, o responsável falava após a assinatura de um memorando de entendimento com a Agência Metropolitana de Maputo para a introdução de 80 autocarros a gás natural na capital a partir de Fevereiro.

O Presidente da Agência Metropolitana de Maputo, António Matos, disse que a aquisição destes 80 autocarros com 40 lugares cada vai custar cerca de US$3,5 milhões, ajudando a reduzir os custos operacionais do transporte público.

Segundo a agência noticiosa estatal moçambicana, o responsável espera que esta frota inicial transporte mais de 10 milhões de passageiros por ano na cidade e província de Maputo, criando ainda cerca de 320 empregos para motoristas e revisores.