Notícias

Moçambique analisa viabilidade de 20 empresas participadas pelo Estado

O Governo de Moçambique está a avaliar 20 empresas com participação do Estado que poderão ser encerradas ou vendidas a parceiros privados ao longo dos próximos meses, de acordo com o jornal moçambicano Notícias.

Citado pelo diário, o Ministro da Economia e Finanças de Moçambique, Adriano Maleiane, afirmou que 20 empresas participadas pelo Estado moçambicano deverão ser alienadas, dissolvidas ou liquidadas até Dezembro de 2016. O governante referiu ainda que outras 20 empresas com participação do Estado deverão ser avaliadas até 2017.

“Pretendemos que o saneamento da carteira de participações sociais do Estado se traduza na sua racionalização, transformando-a numa carteira mais robusta e de qualidade, capaz de competir com as demais empresas no mercado”, declarou o Ministro, citado pelo jornal.

Adriano Maleiane acrescentou que foram já avaliadas seis empresas, tendo as mesmas sido sujeitas a medidas de reestruturação.

O Ministro falava na abertura do 21.º Conselho Consultivo do Instituto para a Gestão das Participações do Estado.

A avaliação das empresas surge no âmbito de um projecto do Governo de Moçambique que visa reestruturar o sector das empresas estatais do país. A iniciativa inclui alterações aos modelos de gestão, bem como mudanças nos mecanismos de financiamento, de acordo com o jornal.