Notícias

Moçambique no “bom caminho” para vender diamantes certificados: Conselho de Ministros

O Conselho de Ministros de Moçambique anunciou na terça-feira que o país está no “bom caminho” no cumprimento dos procedimentos internacionais exigidos para a venda de diamantes certificados, no quadro do chamado Processo de Kimberley, de acordo com a Lusa.

“Estamos numa fase avançada de cumprimento dos requisitos internacionais de certificação, estamos no bom caminho”, afirmou o porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suaze, citado pela agência de notícias portuguesa.

Filimão Suaze disse à Lusa que o país aprovou legislação e regulamentos, criou a Unidade de Gestão do Processo de Kimberley, montou entrepostos de diamantes e está a formar pessoal em classificação e transparência no negócio de diamantes.

“Em setembro, uma equipa de peritos internacionais em Processo de Kimberley vem a Moçambique verificar os passos já dados para que o país comercialize diamantes certificados”, referiu o mesmo responsável.

O Processo de Kimberley é um mecanismo internacional que defende a transparência no negócio de diamantes.