Outras Informações

DST dá início a estágios deste ano para técnicos de turismo de países de língua portuguesa

A Direcção dos Serviços de Turismo (DST), em cooperação com o Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), deu início ao programa de formação deste ano destinado a funcionários de entidades governamentais de turismo de países de língua portuguesa.

Entre Maio e Setembro deste ano, serão organizadas três sessões de estágios, com a duração de duas semanas cada, para funcionários de entidades governamentais do turismo de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor-Leste. O primeiro grupo iniciou ontem (dia 15) o programa de formação, um segundo grupo virá a Macau em Julho e um terceiro em Setembro, com as acções de formação deste ano a envolverem um total de 30 técnicos. O conteúdo do programa de formação inclui estágio em seis departamentos da DST, dois dias de workshops no Instituto de Formação Turística (IFT), a par com visitas de familiarização a infra-estruturas turísticas, património histórico e cultural e outras atracções de Macau.

Um almoço de boas-vindas para receber o primeiro grupo de formandos deste ano foi hoje (dia 16) realizado na Pousada de Mong-Há, o hotel educacional do IFT. O almoço contou com a presença da directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, da secretária-geral do Secretariado Permanente do Fórum Macau, Xu Yingzhen, da presidente do IFT, Fanny Vong, a par com o subdirector da DST, Cheng Wai Tong, os secretários-gerais adjuntos do Secretariado Permanente do Fórum Macau, Ding Tian, Vicente Manuel e Echo Chan, a chefe do Departamento de Formação e Controlo da Qualidade da DST, Doris Leong, entre outros convidados.

O programa de estágio tem como objectivo inteirar os formandos sobre a actividade diária da DST e o desenvolvimento turístico de Macau. Por outro lado, através do programa de formação, a DST pretende reforçar a aprendizagem mútua e o intercâmbio na área do turismo entre Macau e os países de língua portuguesa, bem como contribuir para a formação e desenvolvimento de competências dos recursos humanos do sector dos países envolvidos, em sintonia com o objectivo de transformar Macau num Centro Mundial de Turismo e Lazer e numa plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os países de língua portuguesa.

A DST assinou Memorandos de Entendimento para Cooperação em Matéria de Turismo com Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique, em 2010, com Timor-Leste em 2013 e com Angola em 2015. Por outro lado, em 2016 a Secretaria para os Assuntos Sociais e Cultura do Governo da Região Administrativa Especial de Macau assinou um Protocolo de Cooperação no Domínio do Turismo com o Ministério da Economia de Portugal.

Entre 2012 e 2016, a DST prestou formação a um total de 98 funcionários governamentais de turismo de países de língua portuguesa.

Fonte: Direcção dos Serviços de Turismo