Notícias

Médicos chineses implantam primeiro pacemaker em São Tomé e Príncipe

Especialistas chineses realizaram com sucesso a primeira cirurgia de implantação de um pacemaker em São Tomé e Príncipe, revelou na terça-feira o Ministro são-tomense da Saúde, Edgar Neves.

De acordo com a agência noticiosa estatal são-tomense STP-Press, a cirurgia foi realizada na segunda-feira, numa paciente internada no principal hospital do país, o Hospital Dr. Ayres de Menezes, na capital, São Tomé.

A cirurgia “representa um passo bastante importante para o nosso país”, nomeadamente por reduzir os custos e aumentar o conforto dos doentes, que até agora tinham de ser evacuados para o estrangeiro, sublinhou Edgar Neves.

Segundo a STP-Press, a Embaixadora chinesa em São Tomé, Xu Yingzhen, disse que a cirurgia é “um acto importante e histórico” para o país africano, no âmbito da cooperação bilateral com a China.

Uma equipa médica chinesa, que incluía especialistas em cirurgia geral e cardiologia, chegou a São Tomé e Príncipe em Abril para uma missão de três anos.