Notícias

Macau quer aprofundar cooperação no ensino superior com países lusófonos

O Governo de Macau apoia a cooperação profunda com os Países de Língua Portuguesa no ensino superior e na formação de quadros qualificado, sublinhou o Chefe do Executivo, Ho Iat Seng.

O governante falava durante a sessão de abertura da 11.ª Conferência do Fórum de Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa (FORGES), que termina amanhã.

O 2.º Plano Quinquenal de Desenvolvimento Socioeconómico (2021-2025) de Macau reforça a transformação da cidade numa plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa, disse Ho Iat Seng.

Segundo um comunicado do Instituto Politécnico de Macau (IPM), a conferência de cinco dias, a decorrer online, foi organizada em conjunto com o Instituto Politécnico de Setúbal, em Portugal.

Também durante a sessão de abertura, o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, elogiou o “empenho particular” do IPM na organização de um evento sobre os desafios do ensino superior na transição para o período pós-pandemia.