Notícias

“Macau pode ser o centro de distribuição de Portugal para o Interior da China”

As ligações entre as pequenas e médias empresas (PME) da China e de Portugal têm de crescer muito mais, e Macau pode ser o centro de distribuição de Portugal para o Interior da China, disse Y Ping Chow, Presidente da Liga dos Chineses em Portugal e da Câmara de Comércio Portugal-China PME, numa entrevista concedida ao Plataforma Macau.

Y Ping Chow aponta que, actualmente, surgem mais entidades portuguesas a pedir ajuda para chegarem à China do que o contrário, e que os setores agroalimentares, de turismo e de energias renováveis podem ser a grande aposta neste momento para as PME de ambos os países

O presidente sugere também que as empresas portuguesas possam juntar-se e criar uma empresa em Macau para vender os produtos para o Interior da China para dar a conhecer novos produtos portugueses onde ainda não chegaram.

De acordo com a entrevista, a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) tem colaborado com a Câmara para levar, ainda em 2022 ou 2023, cerca de 48 empresas portuguesas à China.