Notícias

Macau deve usar laços lusófonos para lançar mercado de valores, diz investigador

Macau deve aproveitar o papel de plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa para lançar um mercado de valores, defendeu o Vice-Presidente Associado da Universidade Cidade de Macau (CityU, na sigla inglesa), Ye Guiping.

Segundo o China News Service, o investigador defendeu na quarta-feira que Macau deveria alargar as suas ligações aos mercados europeu, latino-americano e africano através dos laços que tem com Portugal, Brasil, Moçambique e Angola.

Estas iniciativas permitiriam não apenas reforçar a economia de Macau através do desenvolvimento de um mercado ‘offshore’ de yuan, mas também apoiar a internacionalização da moeda chinesa, defendeu Ye Guiping.

O também Director do Centro de Pesquisa para Estratégia de Desenvolvimento de Macau da CityU falava durante uma conferência organizada pelo Centro, apoiado pelo Ministério da Educação da China, avançou a agência noticiosa estatal chinesa.