Notícias

Macau quer reforçar papel de plataforma de serviços comerciais

O Governo de Macau pretende reforçar os trabalhos desenvolvidos no sentido de transformar o território numa plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, anunciou o Executivo num comunicado.

O Secretário para a Economia e Finanças de Macau, Leong Vai Tac, definiu as orientações durante a segunda reunião da Comissão para o Desenvolvimento da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, na qual desempenha as funções de Vice-Presidente. A reunião decorreu na segunda-feira.

Citado no comunicado, Leong Vai Tac defendeu que Macau deve acelerar o seu desenvolvimento enquanto um centro para a inovação e o empreendedorismo jovem, ao serviço de empresários na China e nos Países de Língua Portuguesa. O governante sugeriu ainda que fossem acelerados os trabalhos que visam o estabelecimento de um sistema de seguros de crédito à re-exportação no âmbito das relações entre esses países.

Leong Vai Tac lembrou ainda a necessidade de “impulsionar com dinamismo o projecto-piloto de certificação dos medicamentos tradicionais chineses” nos Países de Língua Portuguesa.

Reforçar a promoção dos Países de Língua Portuguesa nos eventos realizados em Macau no sector das convenções e exposições, bem como apoiar a construção da “Plataforma de Serviços Financeiros para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa” em Macau, foram outras das medidas propostas por Leong Vai Tac, segundo o mesmo comunicado.