Outras Informações

Celebração do Acordo sobre a Intensificação da Cooperação na área do Comércio Electrónico Transfronteiriço entre a Direcção dos Serviços de Economia e a Comissão do Comércio do Município de Guangzhou

O Acordo sobre a Intensificação da Cooperação na área do Comércio Electrónico Transfronteiriço (Acordo) foi assinado entre a Direcção dos Serviços de Economia (DSE) e a Comissão do Comércio do Município de Guangzhou (Comissão), durante a Reunião do Grupo de Trabalho para a Cooperação Guangzhou-Macau 2016, que teve lugar em Guangzhou, a 30 de Junho. As duas partes baseiam-se no princípio do benefício mútuo e desenvolvimento comum, contribuindo para o impulsionamento conjunto do desenvolvimento do comércio electrónico transfronteiriço de Guangzhou e Macau.

Em conformidade com o Acordo, a DSE e a Comissão irão criar um mecanismo de comunicação para a promoção contínua da cooperação para o desenvolvimento na área do comércio electrónico transfronteiriço entre Guangzhou e Macau, bem como estudar a organização conjunta, no início do próximo ano, de acções de cooperação e intercâmbio na vertente do comércio electrónico entre ambas as partes, com vista a aprofundar o conhecimento pelos empresários do comércio electrónico das duas partes sobre a evolução do mercado do comércio electrónico. Ao mesmo tempo, as duas partes esperam que as acções possam criar condições e fornecer os melhores recursos e serviços disponíveis para a cooperação de forma contínua entre os sectores em causa de Guangzhou e Macau, a fim de construir em conjunto um novo canal de comércio entre Guangzhou-Macau e os países de língua lusófona, permitindo desta forma que as empresas desenvolvam o novo mercado.

O Governo da RAEM criou, em Agosto de 2015, o “Grupo de Trabalho Interdepartamental para a Promoção do Comércio Electrónico”, que consagrou um conjunto de medidas a serem executadas na promoção, a todos os níveis, do desenvolvimento na área do comércio electrónico de Macau. Graças aos esforços realizados em conjunto pelo Grupo e pelo sector, as condições básicas actuais do comércio electrónico de Macau têm melhorado, havendo um ambiente social propício ao desenvolvimento de comércio electrónico. No ano passado, várias plataformas de comércio electrónico procederam a operações on-line, tendo, por outro lado, as instituições locais de pagamento e as principais do Interior da China promovido a cooperação, proporcionando aos cidadãos e visitantes modelos mais diversificados de pagamentos electrónicos a nível do consumo. Verifica-se um desenvolvimento sustentado do mercado do comércio electrónico de Macau.

O Governo da RAEM irá continuar, no futuro, a apoiar o desenvolvimento do comércio electrónico no seio das empresas locais, bem como incentivar as micro, pequenas e médias empresas a articularem os bens e serviços com o comércio electrónico para explorar tanto o mercado chinês como o mercado estrangeiro. O Governo auxilia os jovens empreendedores a melhor aproveitar o desenvolvimento inovador do comércio electrónico, no intuito de injectar novo dinamismo na economia de Macau que se encontra numa fase de ajustamento e impulsionar o desenvolvimento diversificado e adequado da economia de Macau.

Fonte: Direcção dos Serviços de Economia