Notícias do Fórum de Macau

Cerimónia de Emissão da Colecção Filatélica do 15.º Aniversário do Estabelecimento do Fórum de Macau e Almoço com a Comunicação Social

Por ocasião da 10.ª edição da Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, o Secretariado Permanente do Fórum de Macau realizou, em 12 de Outubro de 2018, a Cerimónia de Emissão da Colecção Filatélica do 15.º Aniversário do Estabelecimento do Fórum de Macau e ainda um Almoço com a Comunicação Social. A Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, e a Directora dos Serviços de Correios e Telecomunicações, Dra. Lau Wai Meng, presidiram à mencionada cerimonia, a que assistiram também os amigos do sector da comunicação social.

Celebra-se no corrente ano o 15.º Aniversário do Estabelecimento do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), ao qual os Países Participantes do Fórum de Macau estão a dar grande atenção. A emissão da colecção filatélica faz parte da série de actividades no âmbito do 15.º Aniversário do Estabelecimento do Fórum de Macau, com o objectivo de reforçar a respectiva promoção e divulgação, reforçando ainda mais o papel de Macau enquanto Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, intensificando o desenvolvimento comum em diversas áreas, como a economia, comércio e cultura, entre o Interior da China, os Países de Língua Portuguesa e Macau.

Os selos são como um “cartão-de-visita do país”, que expõem a sua cultura ao mundo. A família do Fórum de Macau inclui a China e 8 Países de Língua Portuguesa, cada país com as suas próprias características. A cidade-sede do Fórum de Macau, Macau, tem como característica ser o ponto e a plataforma de ligação entre a cultura oriental e ocidental.

Sendo uma parte integral e relevante da presente edição da Semana Cultural, o Governo da RAEM lançou a Colecção Filatélica do 15.º Aniversário do Estabelecimento do Fórum de Macau, onde se incluem um conjunto de dois selos, um bloco, um sobrescrito do 1.º dia com selo, sobrescrito do 1.º dia com bloco, pagela com selo, e pagela com bloco. Através desta colecção filatélica com desenhos delicados, procura-se retratar as paisagens típicas dos Membros Participantes  do Fórum de Macau. Tem ainda a intenção de divulgar o Fórum de Macau bem como a plataforma de Macau, e também destacar os resultados obtidos pelo Fórum na promoção de um intercâmbio profundo no campo da cooperação mútua entre a China e os Países de Língua Portuguesa ao longo destes 15 anos.

No discurso da Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen, esta referiu que o Fórum de Macau, ao longo dos 15 anos desde a sua criação, com o esforço conjunto dos Países Participantes e do Fórum de Macau e ainda o grande apoio do Governo da RAEM, tem vindo a consolidar e intensificar a promoção de uma cooperação pragmática em diversas áreas, obtendo resultados frutíferos nas vertentes da promoção do comércio e do investimento, da cooperação na capacidade produtiva, da formação de recursos humanos, do intercâmbio cultural, e da cooperação entre províncias e municípios, entre outros, incentivando constantemente o intercâmbio e a cooperação e ainda o conhecimento mútuo entre o Interior da China, Macau e os Países de Língua Portuguesa, promovendo assim o entendimento mútuo entre os povos e contribuindo também para a construção de Macau enquanto Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

O Secretariado Permanente não deixa de se focar no objectivo principal que deu origem ao Fórum de Macau, consolidando continuamente a sua base e procurando constantemente inovações em novas áreas de cooperação, visando prestar, da melhor forma, serviços no desenvolvimento sustentável da cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, na construção socioeconómica de Macau e na iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, procurando desta forma contribuir para a criação de uma futura comunidade de destino comum. Esperamos que a comunicação social dê a devida importância, de maneira continuada, a futuros trabalhos.