Notícias

Guiné-Bissau recebe US$12 milhões para apoiar retoma económica

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) aprovou um apoio de US$12 milhões para ajudar à recuperação económica na Guiné-Bissau no seguimento do impacto negativo da COVID-19, anunciou esta semana o gabinete da Presidência guineense.

Segundo um comunicado da Presidência, citado por órgãos de comunicação locais, a informação foi dada ao Chefe de Estado guineense, Umaro Sissoco Embaló, durante uma audiência com o Presidente do BAD, Akinwimi Adesina.

“Akinwimi Adesina garantiu que o BAD aprovou um pacote de ajuda de US$172 milhões em diversas áreas para acompanhar o novo Presidente da Guiné-Bissau nos próximos anos, na implementação do seu plano de desenvolvimento do país”, lê-se na nota.

O Ministro das Finanças guineense, João Fadia, referiu recentemente que o país africano deverá registar um crescimento económico negativo de 2,9 por cento em 2020.