Outras Informações

Realizada a Reunião do Grupo de Trabalho para a Cooperação Guangzhou-Macau 2016 Destacada a promoção da cooperação entre as duas partes nas áreas de empreendedorismo juvenil, comércio electrónico, sector financeiro, convenções e exposições e cultura

A Reunião do Grupo de Trabalho para a Cooperação Guangzhou-Macau 2016 teve lugar hoje em Guangzhou, na qual o Secretário para a Economia e Finanças, Leong Vai Tac, chefe da parte de Macau junto do grupo de trabalho, proferiu um discurso de balanço, indicando que, no último ano, a cooperação entre Guangzhou e Macau em várias áreas tem sido desenvolvida de forma estreita, com bons progressos. Futuramente, os governos dos dois sítios continuarão a reforçar ainda mais a cooperação, com o destaque dado para o impulsionamento da cooperação nos domínios de empreendedorismo e emprego juvenil, comércio electrónico, sector financeiro, convenções e exposições e cultura, entre outros. Paralelamente, o Vice-Presidente do Governo Municipal de Guangzhou, Cai Chaolin, chefe da parte daquela cidade junto do grupo de trabalho, admitiu reforçar a cooperação bilateral, realçando que as duas partes devem aproveitar as oportunidades e reunir todos os esforços para aumentar incessantemente o nível da cooperação bilateral no âmbito da participação na estratégia estatal de desenvolvimento. De acordo com as estatísticas de Guangzhou, o comércio entre os dois territórios totalizou, em 2015, os 603 milhões de US dólares, equivalente a um aumento homólogo de 44,56%.

Esta reunião teve como objectivo abordar o tema do reforço e promoção da cooperação entre as duas cidades nas vertentes como comércio electrónico transfronteiriço, empreendedorismo e emprego dos jovens dos dois lados, sector de convenções e exposições com prioridade dada às conferências, ensino profissional, intercâmbio cultural, bem como criação de uma plataforma para a protecção do património cultural intangível, entre outras. Durante a reunião, as duas partes celebraram dois acordos e uma carta de intenção, nomeadamente o Acordo sobre o Incremento da Cooperação no Domínio do Comércio Electrónico Transfronteiriço, a Carta de Intenção para Intercâmbio e Cooperação no Domínio Cultural e o Acordo de Cooperação para Promoção Conjunta do Empreendedorismo e Incubação de Negócios dos Juvens de Nansha de Guangzhou e de Macau.

No seu discurso de balanço, Leong Vai Tac destacou a firmeza do Governo da RAEM no prosseguimento da promoção da cooperação aprofundada Guangzhou-Macau, no reforço do intercâmbio e cooperação entre os departamentos governamentais, empresas e populações, particularmente entre os jovens e profissionais qualificados, juntamente com o Governo Municipal de Guangzhou.

Quanto à perspectiva da cooperação Guangzhou-Macau, o mesmo dirigente indicou que será dada prioridade ao desenvolvimento dos trabalhos incididos sobre os seguintes quatro aspectos: 1) Promoção proactiva da parceria entre os jovens dos dois lados, quer no âmbito de empreendedorismo quer no de emprego, sendo esta um dos projectos prioritários a desenvolver no futuro no quadro da cooperação entre as duas partes. Futuramente, com base na colaboração existente, serão alargados o âmbito e as áreas da cooperação, incluindo a intensificação da parceria respeitante ao centro de incubação de negócios para os jovens, bem como ao parque de empreendedorismo na zona de comércio livre, aprimorando as respectivas condições de hardware e software; 2) Reforço da cooperação na área do comércio electrónico. Com a implementação eficaz do Acordo sobre o Incremento da Cooperação no Domínio do Comércio Electrónico Transfronteiriço, é de crer que irão ser acelerados os passos de colaboração entre os dois lados nessa matéria, esperando-se que as empresas de Guangzhou e de Macau possam, de mãos dadas, esforçar-se por conquistar mercados internacionais, particularmente os mercados lusófonos; 3) Fomento da cooperação entre os sectores financeiros das duas partes. Em Macau, uma das orientações a seguir no desenvolvimento dos produtos e serviços financeiros com características próprias do território será a promoção da locação financeira, tendo, portanto, esperança de que, em colaboração com Guangzhou, seja tirado pleno proveito das vantagens dotadas por parte de Macau a nível político enquanto uma plataforma de serviços para a cooperação comercial e financeiro entre a China e os Países de Língua Portuguesa, bem como aproveitado o seu papel como plataforma das liquidações em RMB entre a China e a Lusofonia, de modo a proporcionar serviços financeiros necessários para o estabelecimento da cooperação entre Guangzhou e os países lusófonos; 4) Aprofundamento da cooperação nas áreas de cultura e de convenções e exposições, mediante a realização conjunta de acções como investigação específica, organização de feiras e de visitas de estudo no exterior, etc., procurando criar conjuntamente marcas mundialmente reconhecidas.

O Vice-Presidente Cai Chaolin, no seu discurso de balanço, referiu que é sólida a base de cooperação Guangzhou-Macau, propondo que, no futuro, as duas partes reforcem a parceria em projectos da Nova Zona de Nansha, promovendo, de forma pragmática, o avanço dos trabalhos em áreas privilegiadas e fomentando, em conjunto, o ensino profissional e o intercâmbio dos jovens entre os dois territórios.

Na reunião, os vice-chefes das partes de Macau e de Guangzhou junto do grupo de trabalho, a Chefe do Gabinete do Secretário para a Economia e Finanças, Lok Kit Sim, e o Director do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Município de Guangzhou, Liu Baochun, respectivamente, fizeram um balanço retrospectivo sobre os diversos trabalhos de cooperação desenvolvidos desde há um ano para cá, nomeadamente nos domínios económico e comercial e de convenções e exposições, promoção do empreendedorismo e emprego dos jovens, ensino profissional e formação de técnicas, entre outros. O Director Adjunto do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau da Província de Guangdong, em Guangzhou, Li Yangchun, por seu turno, proferiu também discurso durante o encontro.

Estiveram ainda presentes na reunião o Assessor do Gabinete do Chefe do Executivo, Kou Chin Hung, o Director Adjunto do Departamento de Economia do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM, Wang Jia Bao, bem como representantes dos organismos governamentais dos dois territórios, responsáveis por diferentes áreas, designadamente as da economia, comércio, cultura, turismo, educação, alfândega, assuntos municipais, laborais e portuários, entre outras. A delegação de Macau realizou ainda uma visita à zona de Guangzhou Tianhe Central Business District, uma base exemplar a nível provincial para demonstração da liberalização do comércio de serviços em Guangdong, Hong Kong e Macau, assim como o parque de inovação e empreendedorismo dos jovens de Guangzhou, denominado como “complexo de Yangcheng e Tongchuang”.

Fonte: Gabinete do Secretário para a Economia e Finanças