Notícias

Grupo português quer lançar projectos conjuntos com construtora chinesa

O grupo Mota-Engil S.G.P.S., S.A. anunciou que quer reforçar a cooperação com a construtora estatal chinesa China Communications Construction Co. Ltd (CCCC), a segunda maior accionista da empresa portuguesa.

Segundo o seu plano estratégico 2022-2026, o grupo Mota-Engil quer investir em conjunto com a CCCC em áreas como a inovação, colaborar na adjudicação de bens e serviços, e cooperar em projectos de engenharia e construção e concessões de infra-estruturas.

As sinergias com a CCCC são uma parte importante do plano do grupo português para ultrapassar os 3,8 mil milhões de euros (US$4,4 mil milhões) em receitas anuais até 2026, refere o documento, divulgado na segunda-feira.

A CCCC detém uma participação de 32,4 por cento no grupo Mota-Engil.

As duas empresas lideram um consórcio, que integra também três empresas mexicanas, o qual venceu em Abril de 2020 o concurso para a primeira secção de uma ligação ferroviária turística, conhecido como “trem maia”, no sudeste do México.