Notícias

Grupo chinês investe em distrito do sul de Moçambique

O Grupo Tiger, de capitais chineses, investiu US$2,4 milhões num posto de abastecimento de combustível que abriu na semana passada no distrito de Katembe, no sul de Moçambique, empregando 52 jovens locais, avançou o Carta de Moçambique.

O posto, situado nos subúrbios da capital, Maputo, inclui uma loja de conveniência, um restaurante de comida rápida, uma estação de serviço para venda de acessórios, troca de óleo e lavagem de viaturas e um stand de venda de automóveis.

A Gestora do posto, Dinah Pereira, disse que este é o quinto posto construído pelo grupo chinês em Moçambique, com três já a funcionar na província de Sofala, no centro do país, e outro na província de Maputo.

Segundo o portal noticioso moçambicano, a responsável acrescentou que o Grupo Tiger pretende financiar a construção de uma escola, um posto de saúde, um posto de cobrança de receitas municipais e um posto policial em Katembe.